Bom, só pra quem tem carro

arte: gira

Na semana passada o prefeito Gilberto Kassab visitou o Estilingão (ou ponte Octavio Frias Filho, que será inaugurada no próximo sábado, 10)  e anunciou mais algumas obras para a região.

Para a minoria da população que dirige automóveis ou motocicletas, serão mais 400 metros de asfalto até a avenida Pedro Bueno, orçados em R$ 35 milhões. Também foi prometido um  túnel até a Rodovia dos Imigrantes, orçado em mais de R$1 bilhão, ainda em projeto.

Para os que voam de avião, o curto prazo (2010) reserva um “metrô de superfície” (VLT) ligando o aeroporto de Congonhas à Estação São Judas do metrô. Com 1,2 km, custará R$ 200 milhões e será bancado pelo Governo do Estado.

Aos cidadãos que não andam de carro, moto ou avião, continuará restando a via crucis dos ônibus em ruas congestionadas pelos motores privados. Nenhum corredor exclusivo de ônibus foi planejado nem para a atual avenida, nem para a sua continuação de R$ 35 milhões. Por outro lado, a futura ligação subterrânea até até a Imigrantes será exclusiva, mas para carros e motos.

A integração do ramal aeroporto do VLT (veículo leve sobre trilhos) à rede de transporte coletivo de alta capacidade  foi prometida para um futuro distante. Segundo a Folha de São Paulo,  esta etapa tem custo estimado em R$ 1,2 bilhão e contará com recursos dos três níveis de governo: federal, estadual e municipal.

O trecho que ligará a ponte aérea Rio-SP ao metrô paulistano estaria dentro de uma rede VLTs que conectaria também a rodoviária do Jabaquara e linha da CPTM que passa pela marginal pinheiros (apelidada de “esmeralda”).

Melhoramentos cicloviários na região também não fazem parte da Operação Anti-Urbana.

Nos horários em que a avenida não estiver congestionada de motoristas perdendo os 45 minutos economizados com a nova ponte, a Água Espraiadas continuará ter o assustador limite de 70km/h para os motorizados  e nenhuma ciclovia, ciclofaixa ou mesmo sinalização de trânsito de bicicletas para estimular ou garantir o uso de bicicletas.

Túnel fará ligação entre imigrantes e avenida (FSP)
Congonhas terá três estações do novo metrô de superfície (FSP)
Inauguração da ponte é confirmada para o dia 10 (FSP)

Um monumento à sociedade do automóvel
Estilingão, proteção contra avião

3 Comments

  1. Luis Bevacqua
    Posted 08/05/2008 at 9h50 | Permalink

    Caro Tiago, cada vez merlhor o seu Blog.
    Parabéns, leitura diária obrigatoria, para a luta da mobilidade não motorizada, contra a automovelcracia.
    Estamos na luta!!!

  2. David Takmoto Castro
    Posted 09/05/2008 at 23h10 | Permalink

    Que tal fazer uma bicicletada lá? Radicalizar um pouco, mas sem violência de espécie alguma? Apenas entrar na ponte, de bicicleta, capacete, tudo bem bonito e arrumado?

  3. Reinaldo
    Posted 15/05/2008 at 11h42 | Permalink

    Bicicleta é um ótimo meio de transporte, desde que o local de trabalho e a residência do trabalhador sejam próximo (mesmo bairro ou bairro vizinho), o que não é muito comum aqui em SP.
    Eu sou a favor na construção de veículos alternativos, carro com 2 lugares, microônibus e moto reforçada e mais segura. Tecnologia não falta para construir veículos alternativos pequenos e seguros, só falta as empresas investirem e terem vontade de melhorar os nossos atuais meios de transporte.

4 Trackbacks

  1. [...] Pular navegação contatoAviso aos navegantesapocalipse em númerosuse transporte públicobem-vindo, ciclistaestacione aquicentro e paulistazona lestezona nortezona oestezona sulgrande spbicicletadasão paulo « Bom, só pra quem tem carro [...]

  2. By Pique-nique no Estilingão « gira-me on 09/05/2008 at 1h50

    [...] e à segregação. Seja bem-vindo Estilingão!!! Estilingão, proteção contra avião Bom, só para quem tem carro Residencial Vladimir Herzog, de frente para a praça, de costas para a televisã e sem o barulho do [...]

  3. [...] e à segregação. Seja bem-vindo Estilingão!!! Estilingão, proteção contra avião Bom, só para quem tem carro Residencial Vladimir Herzog, de frente para a praça, de costas para a televisão e sem o barulho [...]

  4. [...] sabendo – desde que deixei o regime escravo tenho me inteirado muito lentamente das notícias – que São Paulo ganhou o Estilingão. Uma ponte horrorosa – ética e esteticamente feia – que custou milhões e pela qual não passam [...]

Post a Comment

Your email is never shared. Required fields are marked *

*
*