Um vídeo obsceno

Declaração dos participantes da I Pedalada Pelada de São Paulo (2008)
Valeu a pena ser preso pelado? Valeu sim!
endereço alternativo para download do vídeo

Compartilhe

4 Comments

  1. Posted 12/03/2009 at 23h40 | Permalink

    É a famosa peladada!!!
    :-)

  2. Luiz Barroso Magno Jr.
    Posted 13/03/2009 at 12h38 | Permalink

    Não somos o país das contradições, mas certamente temos as nossas.
    Quer ver uma : Pergunte aos ciclistas quantos estão dispostos a desligar seus chuveiros elétricos em casa .

    Luiz

  3. Márcio Campos
    Posted 14/03/2009 at 0h25 | Permalink

    É, Luiz, a tomada de consciência a respeito dos recursos do planeta é lenta, gradual e individual.
    Certamente é mais fácil de convencer uma pessoa, motorista ou ciclista, de que deve gastar menos água e economizar energia, e que tudo isso tem impacto sobre o ambiente de todos, pois, o senso comum ajuda. E o governo já fez essas campanhas, ainda que sem usar o viés ambiental de modo mais amplo.
    Mas vai dizer a uma pessoa que deve usar menos o seu carro, que seu carro ocupa espaço público que é cada dia mais caro e raro, que as mortes no trânsito já são toleradas, que polui o ar e isso mata, e que degrada esse espaço urbano porque impõe demanda para construção de mais viadutos e pontes e imensas avenidas que deixam a paisagem “árida” para o convívio humano. Essas idéias ainda são novas para todos, duras de aceitar, não soam evidentes e de bom senso como falar de água potável e custo de geração de energia.
    As pessoas se metem num carro, encaram horas de congestionamentos com enorme sofrimento e ainda assim não querem aceitar que estão numa prática insana onde o carro da frente é para você o que o seu carro é para o de trás, um “idiota” que obstrui o meu caminho. Mas se todos querem ser os únicos, serão de fato ninguém.
    Quem põe a bicicleta no dia a dia, e consegue abrir mão do questionável “status” e prometido e já não cumprido conforto de um automóvel está mais próximo de aceitar usar o chuveiro na posição “verão”, fazer banhos mais curtos, reciclar lixo. Porque já deu um passo bem difícil que foi encontrar uma solução individual de locomoção que exige esforço, perseverança e infelizmente até coragem, essa última não deveria ser necessária.

    É isso

    Abração

    Márcio Campos

  4. Posted 15/03/2009 at 22h09 | Permalink

    Luiz, não uso chuveiro elétrico, uso a gás e quando tinha chuveiro elétrico, dificilmente tomava banho na maior temperatura mesmo no inverno. Mesmo assim, usando o chuveiro a gás, sei que contribuo para emissão de poluentes e como moro num prédio, estou vendo com o síndico uma alternativa para instalarmos um sistema de aquecimento de água com a luz solar. É muito complicado, vai trazer um custo, mas é algo possível e que infelizmente não depende apenas de mim.

    Mas se eu conseguir isso, tenha certeza que acabarei chamando a atenção para os problemas ambientais de muitas pessoas que jamais teriam essa consciência sem essa minha interferência.

    Nem todo ciclista é ativista, mas pelo menos tem muito potencial para ser, pois se ele já conseguiu se livrar da dependência do automóvel, tem tudo para continuar lutando para se livrar de outras dependências. Agora pergunte para um dono de suv se ele consegue ao menos fechar a torneira na hora de escovar os dentes?

One Trackback

  1. By Imagens obscenas – Incautos do Ontem on 13/03/2009 at 13h22

    […] Volte sempre. #####Powered by WP Greet Box_____Pergunta simples: qual dos links é mais obsceno? Este, com um vídeo de gente pelada, ou este, com imagens que vocês já cansaram de ver? […]

Post a Comment

Your email is never shared. Required fields are marked *

*
*