Hollywood explica a sociedade do automóvel

Trecho do filme “A Queda do Poder” (The Magnificent Ambersons), remake do segundo filme de Orson Welles, que retrata a decadência da aristocracia estadunidense no final do século XIX e a ascensão da nova burguesia industrial.

Na conversa, Eugene Morgan, um fictício inventor do automóvel, fala sobre as transformações que as “carruagens sem cavalo” provocariam na sociedade e nas cidades do século XX.

Dica do Psico-ambiental.

Share

2 Comments

  1. Posted 19/03/2010 at 9h30 | Permalink

    Hoje, às 15h, o Director de Marketing da Mercedes-Benz Portugal, Nuno Mendonça, vai dar uma entrevista em directo no Twitter.
    Pode colocar as suas questões e acompanhar esta entrevista, para isso basta estar registado no Twitter e seguir a marca em: http://twitter.com/mercedesbenz_pt

    Para mais informações vá a http://bit.ly/aR0AeL
    Esperamos por si, esta sexta-feira, no twitter!

  2. Posted 19/03/2010 at 9h55 | Permalink

    Olá,

    Há tempos não comentava por aqui.

    Parabéns pela postagem anterior, sobre a Bicicletada Pelada. Realmente, um dos caminhos para as transformações, que são cada vez mais necessárias, é o questionamento dos valores estabelecidos.

    De resto, agradecer por esse sensacional trecho selecionado.

    Mais um dos meios possíveis de se iniciar uma discussão sobre a Cultura do Automóvel – como nós tentamos fazer no Movimento Passe Livre e na Rede de Luta Contra o Aumento e pelo Transporte Público.

    Abraços.

One Trackback

  1. By Massa crítica « Rolimã on 26/03/2010 at 8h17

    […] Publicado por Daniel em 26/03/2010 O  blog Apocalipse Motorizado publica trecho do filme “A queda do poder”, que se passa no final do século XIX, quando o automóvel foi inventado. O filme é o remake do original de Orson Welles e o diálogo pinçado pelo blog é iteressante, principalmente, depois que ficamos preso por horas em um congestionamento. (aqui) […]

Post a Comment

Your email is never shared. Required fields are marked *

*
*