Infeliz tarifa nova

arte: tarifazero.org

Para recepcionar os paulistanos em 2010, depois de centenas de quilômetros e dezenas de horas de congestionamento nas estradas de comercial de tevê da Ex-PanSãoPaulo, a administração que não construiu nenhum quilômetro de corredor de ônibus na capital dá um presentão aos cidadãos: a partir desta segunda-feira (04) a tarifa dos coletivos sobe de R$2,30 para R$2,70.

Em breve, muito breve, andar de trem da CPTM ou do metrô também vai ficar bem mais caro.

No final do ano, a mídia reportou que a prefeitura havia aumentado o subsídio ao transporte coletivo em 2009. Trocando em miúdos, em vez de investir na melhora da rede, a prefeitura aumentou o montante transferido aos donos das empresas de ônibus.

Uma rede de ônibus com corredores exclusivos permite que os coletivos cheguem no horário, gastem menos combustível, tenham custos reduzidos com manutenção e transportem pessoas com mais conforto. Um sistema que permite veículos individuais atrapalhando os coletivos em boa parte da rede é muito mais caro e ineficiente.

Usar transporte coletivo em São Paulo é caríssimo. Em Budapeste (Hungria), por exemplo, um passe de 70 euros/mês permite ao cidadão utilizar trens, metrô, bondes e ônibus, quantas vezes quiser, 24 horas por dia. Bilhetes mensais e ilimitados com custos similares são praxe em todas as cidades europeias e nas boas cidades da América e da Ásia.

Na capital do subdesenvolvimento automobilístico, quem paga o pato a preço de faisão continua sendo o pacato cidadão.

tarifazero.org

Share

3 Comments

  1. Posted 04/01/2010 at 5h30 | Permalink

    Olá,

    Execelente escrito. Para quem quiser se mobilizar contra essa medida – um obstáculo para o nosso direito de ir e vir por essa cidade -, favor acompanhar o calendário de atividades no site do Tarifa Zero (destacado no post).

    E, só para constar, realizaremos – a Rede de Luta Contra o Aumento das Tarifas – um ato nessa quinta-feira, dia 07. Para maiores informações, conferir o seguinte chamado do Ato: http://passapalavra.info/?p=16975

    Abraços

  2. leo arruda
    Posted 04/01/2010 at 11h09 | Permalink

    Acho a causa bacana, mas não podemos comprara budapeste a SP. Vamos fazer comparações mais reais, como SP com NY. Lá a tarifa de onibus eh $ 2,50. Não sou a favor do aumento e acho q está caro para o que oferecem em troca. Quando o busão era R$ 0,50 pouco se mudou em qualidade de tudo!
    Eh um abuso. Essa prefeitura eh uma porcaria!

  3. Posted 05/01/2010 at 1h13 | Permalink

    Não acho irreal a comparação com Budapest.
    Bilhetes mensais ou até anuais para transporte coletivo, ou não é uma questão de prioridade, apenas isso. E claramente nos mostram que prioridade nenhuma vêm sendo dada a esta questão, sem ser a propaganda do expanssão que já deve estar saindo mais cara que o próprio programa.

Post a Comment

Your email is never shared. Required fields are marked *

*
*