Vídeo do debate sobre a ‘Nova’ Marginal

23_08_09-marginal

“Velha” Marginal Tietê, 23.08.2009 – foto: Britto / zn na linha

Na última terça-feira (25), o Movimento Nossa São Paulo promoveu um debate sobre o projeto da “Nova” Marginal do Tietê (a construção de seis novas pistas para o tráfego de veículos motorizados).

Infelizmente o “debate” em si não aconteceu. O Governo do Estado, “pai” da obra, não mandou nenhum representante. Haviam sido convidadas a Secretaria Estadual de Transportes e a Dersa (empresa estadual que realiza a obra). O Município, parceiro do governo estadual no projeto, enviou um técnico da CET e o Secretário Eduardo Jorge (Verde e Meio Ambiente), que alegou ter sido convidado na semana passada, disse ter outro compromisso, falou 25 minutos e foi embora.

Mesmo assim, as exposições dos demais convidados (Marcos Bicalho e Rafael Poço) e as falas de pessoas que estavam na plateia explicitaram o descontentamento geral com a insistência no modelo rodoviarista bilionário e trouxeram questionamentos interessantes sobre a “Nova” Marginal. Infelizmente, tais questionamentos não foram nem serão ouvidos. A obra deve ficar pronta em tempo recorde, em Março de 2010, no limite permitido para inaugurações de obras pela lei eleitoral. Irá trazer alguma melhora para o trânsito na cidade durante um par de anos (ou talvez meses) antes de ficar novamente congestionada.

Veja o vídeo do debate na íntegra:

[parte 1 – Ricardo Laiza, superintendente de Planejamento da CET]

[parte 2 – Marcos Bicalho, da Associação Nacional de Transportes Públicos]

[parte 3 – Rafael Poço, do Coletivo de Ecologia Urbana]

[parte 4 – Eduardo Jorge, Secretário Municipal do Verde e do Meio Ambiente]

[parte 5 – debate com a plateia]

Share

3 Comments

  1. Márcio Campos
    Posted 28/08/2009 at 0h52 | Permalink

    Certamente as “ausências confirmadas” foram porque já esperavam chumbo.
    Debater e se desgastar pra quê se é tudo coisa decidida e irrevogável (nesse caso não no sentido Mercadante da palavra).

    É assim, eles têm o dinheiro e o poder de decidir, as ditas “consultas à sociedade” realmente são faz-de-conta, apenas um cumprir tabela…

    Márcio Campos

  2. Posted 28/08/2009 at 11h04 | Permalink

    A “imprevisidalidalidade” que esses caras têm com o futuro das cidades me faz pensar: será que eles são mesmo estúpidos de acreditarem que estão fazendo a coisa certa? Acho que não. Creio que São Paulo está passando por aquele mesmo processo, pelo qual passaram as cidades americanas, apresentado no documentário Taken For A Ride. Tudo já está negociado e decido fora do alcance da população. As propinas aos representantes do “poder público” já foram acertadas para que defendam com unhas e dentes a real eficácia de obras como essas. Nem eles, os gestores, nem os lobistas, estão preocupados com o futuro das cidades brasileiras. A única coisa que estão preocupados é com o próprio bolso. Quando estiver bem cheio, se mandam para a Europa e vão morar em Copenhague. Aquilo sim é cidade para se viver. São Paulo, para eles, é apenas um local para ganhar dinheiro.

  3. paul dumont et ville
    Posted 17/09/2009 at 16h51 | Permalink

    Vocês não têm o que fazer? Pelo jeito, não ficam horas na Marginal, como centenas de milhares de motoristas que são obrigados a enfrentar esse verdadeiro caos e vocês querem discutir o sexo dos anjos e o futuro do lambari do Tietê??? Ainda querem que as autoridades que estão realmente fazendo algo pela cidade compareçam a essas reuniões inúteis.

Post a Comment

Your email is never shared. Required fields are marked *

*
*