Corrida de tartarugas

reproduzido do Omelete

Na sexta-feira retrasada (09), mais um produto cultural de massa chegava às telas para alimentar mentes de crianças e adultos com a fantasia da velocidade motorizada. Enquanto o blockbuster Speed Racer estreava nas telas, a cidade batia mais um recorde de congestionamento: 266km de ruas paradas.

Vale lembrar que apenas 850km dos cerca de 18 mil km de vias existentes na cidade são monitorados.

Ou seja, enquanto as telas mostravam carros imaginários a 300 km/h, quase um terço da cidade real estava entupida de máquinas paradas queimando combustível que não é misterioso nem ecológico.

No dia seguinte, a insistência paulistana em privilegiar o automóvel inaugurou mais uma ponte para um futuro suicida. Sob protestos, a fantasia milionária da Ponte Estaiada entrava em cartaz para entorpecer o motorista paulistano com a ilusão de liberdade.

Mais uma vez a realidade superou a imaginação: no primeiro dia útil de funcionamento, a Ponte Estaiada virou Ponte Estagnada. Mais uma obra milionária para ligar um congestionamento ao outro.

Hoje é véspera de feriado, dia em que os paulistanos montam em suas máquinas para levar o congestionamento, o barulho e a poluição para outras cidades. Uma grande chance para batermos mais um recorde. Como diria aquele candidato: “juntos chegaremos lá”.

Share

6 Comments

  1. Posted 21/05/2008 at 14h24 | Permalink

    Luddista,

    boa lembrança do “Juntos chegaremos lá”…
    Sobre o filme, sabe quem é um dos patrocinadores? A gigante brasileira do Petróleo. (Ironia do destino, ou uma trágica coincidência!)

  2. Posted 21/05/2008 at 14h47 | Permalink

    Pedalente, meu caro. Obrigado pela informação. Piada pronta, não é mesmo?

    Incluí uma imagem e um parágrafo no texto a partir do que você passou.

  3. Posted 21/05/2008 at 15h11 | Permalink

    Go Speed!! hahaha

    Nossa não sabia que apenas 850 km das vias são monitoradas….com certeza já batemos o recorde 300km de engarrafamento.

  4. Pedal
    Posted 21/05/2008 at 15h37 | Permalink

    se fizermos regra de 3 nestes números: 266 Km de congestionamento sobre 800 Km de vias monitoradas…

    se fosse absolutamente proporcional , com 17000 Km de vias… fiz uma regra de 3 e cheguei a 5652 Km ou seja na realidade teríamos um congestionamento de 5652 Km…
    mas o trânsito teria de ser totalmente proporcional em 100% das vias… o que imagino, não ocorra…

    ai que horrror!
    alguém tem dados das maiores frotas de automóveis do planeta? São Paulo tem 6 Mi… e as outras megalopoles pelo globo, alguém já encontrou esses dados?

  5. Lívia Araújo
    Posted 21/05/2008 at 17h44 | Permalink

    Caro Luddista,
    eu assisti a Speed Racer (arrastada, mas fui! rs). Caracterização perfeita do desenho animado, em que o pequeno Speed não gostava de estudar: ele não via a hora de sair da aula para ir para a garagem da família Racer ou para a pista, correr com seu irmão Rex. Retrato fiel: menos educação, mais trombadas.
    (Por algum motivo, o operador lá do cinema achou que éramos surdos e o som do filme ficou nas alturas. Duas horas de excesso de estímulos auditivos/visuais e eu saí de lá uma pilha de nervos, prestes a dar na cara do primeiro que aparecesse. Que dirá quem já é suscetível a esses estímulos?)

  6. David T. Castro
    Posted 22/05/2008 at 9h27 | Permalink

    Tive vontade de me jogar no chão, de tanto rir, pois fiquei a calcular quanto tempo levaria para o Estilingão travar, mas não imaginava que fosse no SEGUNDO DIA!!!!!!! Mais uma vez as “otoridades” e suas burras cheias de dinheiro suspeito ficam com cara de palhaço, queria ver um deles a dar explicações sobre a razão desta mega besteira ser obsoleta assim que inaugurada! Amigos, me respondam: é incompetência ou corrupção?

2 Trackbacks

  1. […] ao Estilingão à Ponte Estaiada Octávio Frias de Oliveira, famosa por ter sido construída para ligar um congestionamento a outro, nenhum carro trasladava-se ao outro lado do agonizante Rio Pinheiros. As pistas estavam fechadas […]

  2. […] ao Estilingão à Ponte Estaiada Octávio Frias de Oliveira, famosa por ter sido construída para ligar um congestionamento a outro, nenhum carro trasladava-se ao outro lado do agonizante Rio Pinheiros. As pistas estavam fechadas […]

Post a Comment

Your email is never shared. Required fields are marked *

*
*