Metrôs ao redor do mundo

Na figura acima está o metrô da Cidade do México, que começou a ser construído exatamente no mesmo ano que o de São Paulo. Os “hermanos”, no entanto, têm 220 km de trilhos, enquanto São Paulo possui apenas 57,6km. As duas cidades são praticamente do mesmo tamanho (cerca de 1500km quadrados).

Para entender um pouco a poluição, o trânsito, a imobilidade e o subdesenvolvimento brasileiro, é só comparar com Nova Iorque. A grande maçã do norte tem 1016km de trilhos (!!!).

Ao contrário do governo paulista, que divulga há anos um mapa cheio de linhas pontilhadas, os mexicanos não colocam no mapa oficial as linhas em projeto ou em construção.

No urbanrail.net você encontra mapas metroviários de muitas cidades ao redor do planeta.

Share

5 Comments

  1. Wladhttp://www.wde.com.br/bike/passeios.htm
    Posted 09/03/2006 at 13h11 | Permalink

    O mapinha que o governo paulista produziu é pra ingles ver.
    Inglês mesmo, pois foram eles que criaram o padrão do design para os mapas de trens e metrô usado há mais de um século, que aliás é usado também pelo México. E também em NY.

    É ridículo, não é? Cheio de linhas, cores, traços, que não representam coisa alguma… pffff. Linhas que vão de lugar nenhum pra coisa nenhuma.

    Saudações

  2. Wlad
    Posted 09/03/2006 at 13h11 | Permalink

    O mapinha que o governo paulista produziu é pra ingles ver.
    Inglês mesmo, pois foram eles que criaram o padrão do design para os mapas de trens e metrô usado há mais de um século, que aliás é usado também pelo México. E também em NY.

    É ridículo, não é? Cheio de linhas, cores, traços, que não representam coisa alguma… pffff. Linhas que vão de lugar nenhum pra coisa nenhuma.

    Saudações

  3. Willian Cruzhttp://freeride.blig.ig.com.br
    Posted 09/03/2006 at 15h35 | Permalink

    Olha, antes de mudar para a Zona Oeste de São Paulo eu morava na Vila Prudente, perto de uma regional da prefeitura. Eu lembro que quando eu mudei pra lá, em 1984, já se divulgava que ali seria a última estação da linha verde, que se não me engano começava a ser construída.

    Já se passaram 22 anos desde então. A página do site do metrô que dá informações sobre a “expansão” da linha verde ainda mantém essa promessa, que sem dúvida ainda vai durar algumas gerações.

  4. Willian Cruz
    Posted 09/03/2006 at 15h35 | Permalink

    Olha, antes de mudar para a Zona Oeste de São Paulo eu morava na Vila Prudente, perto de uma regional da prefeitura. Eu lembro que quando eu mudei pra lá, em 1984, já se divulgava que ali seria a última estação da linha verde, que se não me engano começava a ser construída.

    Já se passaram 22 anos desde então. A página do site do metrô que dá informações sobre a “expansão” da linha verde ainda mantém essa promessa, que sem dúvida ainda vai durar algumas gerações.

  5. black_wall
    Posted 18/11/2006 at 22h04 | Permalink

    Os posts e comentários neste blog são muito extremistas, mas na maioria das vezes tem razão. O comentário sobre o “mapa pra inglês ver” é ridiculo! O mapa londrino desenhado por Harry Beck simplificou muito e facilitou o uso do metrô em Londres, por isso foi aplicado em praticamente TODOS os outros metrôs do mundo, por apresentar essa facilidade absurda de uso. Procure os mapas antigos de Londres ou Paris e veja como eram complicados, cheios de curvas e linhas quebradas. No metrô o que importa são as estações e como se chega nelas, não a geografia externa.

Post a Comment

Your email is never shared. Required fields are marked *

*
*