Afinal, quanto custa ter um carro?

:. texto: Inácio Guerberoff (“Na Estrada e ao Vento” - visite!)


Vejamos no meu caso, um cálculo mensal aproximado:

  • Parcela mensal: R$ 500,00
  • Seguro: R$ 2.500,00 por ano, R$ 208,00 por mês (é caro sim, mas era o mais barato. O Porto Seguro custava R$ 4.000,00. Não tenho vaga de garagem, o carro dorme na rua, tive um carro roubado recentemente e tenho 25 anos)
  • IPVA: R$ 600,00 por ano, R$ 50,00 por mês
  • Gasolina: um tanque por mês, uns R$ 80,00
  • Manutenção: tem sido baixa, mas vamos imaginar uns R$ 500,00 por ano (já que é carro novo), o que dá R$ 42,00 por mês
  • Estacionamentos: aqui em São Paulo esse item pesa. Primeiro, o flanelinha. Não adianta, TODAS as vagas têm um flanelinha. Saindo umas 5 vezes por semana, 1 real por cada vez, R$ 20,00 por mês de flanelinha. Mais uns estacionamentos à noite, mais uns R$ 30,00 reais por mês, por baixo. Total, R$ 50,00.
  • Lavagem: vamos ser econômicos: uma por mês, R$ 12,00

Devo ter esquecido de algumas coisas, mas podemos parar por aqui, já é o suficiente. Total? R$ 942,00 por mês. Ok, existe o fator “valor de revenda” do carro. Fazendo outro cálculo aproximado, utilizemos 8% de depreciação anual. Em 4 anos (período de pagamento do financiamento), o carro que valia à vista R$ 20.000,00 passa a valer cerca de R$ 14.300,00. Mas o valor que eu pago é R$ 3.000,00 + 48 x 500,00. Total: R$ 27.000,00. Ou seja, a cada R$ 500,00 que pago no carro, vou conseguir no máximo R$ 264,81 depois dos quatro anos do financiamento. R$ 235,19 são fundo perdido.

Em suma, o gasto mensal efetivo com o carro, supondo que você nunca vá batê-lo, tê-lo roubado ou qualquer outro imprevisto, é de R$ 706,81.

No meu caso, trabalho 44 horas por mês para ter um carro. E o pior: uso pouquíssimo. Durante a semana vou de bicicleta ao trabalho e a boa parte do meu lazer. Se for pensar em usar o carro principalmente nos finais de semana, ele está custando R$ 88,20 por dia. Dá pra ir e voltar do aeroporto de taxi todos os dias.

Meu intuito era aproveitar o carro para viajar. Ok. Com R$ 705,81 por mês posso ir e voltar ao Rio de avião (R$ 95,00 por trecho pela BRA, taxas inclusas) três vezes por mês ou ir a Maceió (R$ 349,00 por trecho na BRA) todo mês. Se quiser ir de ônibus então, nem se fala.

Não tem carona para sair no fim-de-semana? Tem R$ 88,00 pra torrar em taxi por dia. E pode aliar velocidade e conforto, se quiser: um taxi até o metrô e outro do metrô até o destino. No máximo uns R$ 30,00.

Isso tudo imaginando que você realmente vá gastar R$ 705,81 por mês com transporte. Não precisa mesmo. Sobra o suficiente para cinema todo fim-de-semana, shows, saidas em barzinhos…

É, acho que é bom rever conceitos…

Compartilhe

14 Comments

  1. Wadilsonhttp://www.wde.com.br/bike/passeios.htm
    Posted 17/06/2005 at 13h03 | Permalink

    Rapaz! eu já tenho os conceitos novos há tanto tempo que até parecem velhos…
    Desde criancinha tenho um tipo de ojeriza por veículos auto-motores.
    Sei lá.
    Uns 10 anos atrás até tentei tirar carta. Depois de ser reprovado 4 vezes (vc encosta o pneu na guia ou cruza as mãos no volante, já está reprovado) tomei a decisão cívica de me manter longe de vez dessas máquinas. Além de me recusar a compactuar com a corrupção daqueles nobres policias que fazem o exame.
    Quando gasto $30 numa manutenção geral da minha bike dá um misto de dor (ai, lá vai grana) e de alegria (wall, só 30 reaus pra ter a bike lindona.. se fosse um carro..)
    Saudações e bom pedal
    Wadilson

  2. Wadilson
    Posted 17/06/2005 at 13h03 | Permalink

    Rapaz! eu já tenho os conceitos novos há tanto tempo que até parecem velhos…
    Desde criancinha tenho um tipo de ojeriza por veículos auto-motores.
    Sei lá.
    Uns 10 anos atrás até tentei tirar carta. Depois de ser reprovado 4 vezes (vc encosta o pneu na guia ou cruza as mãos no volante, já está reprovado) tomei a decisão cívica de me manter longe de vez dessas máquinas. Além de me recusar a compactuar com a corrupção daqueles nobres policias que fazem o exame.
    Quando gasto $30 numa manutenção geral da minha bike dá um misto de dor (ai, lá vai grana) e de alegria (wall, só 30 reaus pra ter a bike lindona.. se fosse um carro..)
    Saudações e bom pedal
    Wadilson

  3. lucas (advogado do diabo)
    Posted 17/06/2005 at 19h57 | Permalink

    Mas e depois que a pessoa termina de pagar o carro? Isto é, menos 500 reais por mês.

    Talvez as pessoas cheguem a conclusão de que vale a pena…

  4. luddista
    Posted 17/06/2005 at 20h17 | Permalink

    Pelas contas do exemplo, estes 500 reais duram 4 anos. Depois de 4 anos, nessa sociedade descartável, um carro já é considerado velho. Mesmo se você não se preocupa com o “status” de ter um carro novo, passa a gastar uma grana com mecânica.

    Isso sem falar que é praticamente impossível passar 4 anos sem ter o carro roubado ou batido.

    E pra não falar que o autor do texto foi bastante generoso (por usar pouco o carro) com a quantidade de estacionamentos e com apenas 1 tanque de combustível por mês. As pessoas gastam muito mais do que isso em São Paulo.

  5. Anonymous
    Posted 18/06/2005 at 15h30 | Permalink

    boa!

  6. Claytonhttp://from Trash City
    Posted 20/06/2005 at 21h18 | Permalink

    AIAIAI!!!
    Vale muito a pena!!!
    Se tornar escravo de um amontoado de aço e plástico que não vale a metade do que cobram, durante uns aninhos né!!
    Só faltava essa!!!
    huahauhauh
    Vai ver que o Lucas se sente bem pagando por um carro com os MÍSEROS JUROS cobrados aqui no Brasil….

  7. Clayton
    Posted 20/06/2005 at 21h18 | Permalink

    AIAIAI!!!
    Vale muito a pena!!!
    Se tornar escravo de um amontoado de aço e plástico que não vale a metade do que cobram, durante uns aninhos né!!
    Só faltava essa!!!
    huahauhauh
    Vai ver que o Lucas se sente bem pagando por um carro com os MÍSEROS JUROS cobrados aqui no Brasil….

  8. lucas
    Posted 20/06/2005 at 23h17 | Permalink

    Clayton, não sei se vc percebeu o “advogado do diabo”, mas tudo bem, cada um ver o que quer. E todo mundo que critica algum argumento é de direita, capitalista, essas coisas…
    aiai… haja paciência.

    se interessa: não, eu não tenho carteira de motorista, muito menos carro. mas eu disse aquilo porque eu fico pensando em uns amigos meus que tem um Fusca, um Gol ou um Monza, e que não são, vamos dizer, muito “politizados”.
    E justamente pelo fato do argumento ser puramente voltado pro aspecto financeiro de ter um carro eles poderiam rebater (e de fato rebatem) este argumento. Pois, para eles, ter o carro vale a pena, financeiramente falando.
    E por isso eu fico com os outros argumentos.

  9. Dimas Augustohttp://www.dimasaugusto.blogspot.com
    Posted 14/12/2006 at 12h23 | Permalink

    Caros amigos,
    estou pensando em comprar um carro e por isso li esse post. Confesso que parei para pensar, mas como nosso amigo Lucas já citou, vejo também aspectos positivos em comprar um carro. Além disso o nosso amigo autor (parabéns pelo post… muito bom!)analisou apenas o aspecto financeiro, mas a vida vai muito mais além… O carro você nunca usa sozinho, será que com esse pouco mais de 700 reais você aguentaria pagar o taxi de duas, três, quatro ou cinco pessoas? E o prazer de sair dirigindo sem destino com a namorada, para poder apenas andar e conversar, rir e relembrar momentos… Sei que isso pode ser caro, mas trabalhamos para isso, viver vale muito, a satisfação e a alegria são fundamentais, deveriam estar em primeiro plano, antes mesmo do aspecto financeiro.

    Atenciosamente

    Dimas Augusto

  10. Dimas Augusto
    Posted 14/12/2006 at 12h23 | Permalink

    Caros amigos,
    estou pensando em comprar um carro e por isso li esse post. Confesso que parei para pensar, mas como nosso amigo Lucas já citou, vejo também aspectos positivos em comprar um carro. Além disso o nosso amigo autor (parabéns pelo post… muito bom!)analisou apenas o aspecto financeiro, mas a vida vai muito mais além… O carro você nunca usa sozinho, será que com esse pouco mais de 700 reais você aguentaria pagar o taxi de duas, três, quatro ou cinco pessoas? E o prazer de sair dirigindo sem destino com a namorada, para poder apenas andar e conversar, rir e relembrar momentos… Sei que isso pode ser caro, mas trabalhamos para isso, viver vale muito, a satisfação e a alegria são fundamentais, deveriam estar em primeiro plano, antes mesmo do aspecto financeiro.

    Atenciosamente

    Dimas Augusto

  11. panopticohttp://panoptico.wordpress.com/2007/01/18/quanto-custa-manter-um-carro-quanto-custa-nao-ter-um-carro
    Posted 05/02/2007 at 12h31 | Permalink

    minha companheira achava que um carro seria vantagem. entao fiz umas contas tb

  12. panoptico
    Posted 05/02/2007 at 12h31 | Permalink

    minha companheira achava que um carro seria vantagem. entao fiz umas contas tb

  13. Vanessa Brandão
    Posted 12/12/2007 at 5h39 | Permalink

    comprei um carro há um ano e meio com o dinheiro que juntei trabalhando por quatro anos. antes era comum ouvir dizer: “segunda de manhã e sexta-feira é dia de trânsito na cidade”, hj pude perceber (infelizmente) não existe mais horário que não tenha trânsito na cidade de são paulo a não ser de madrugada. a bandeirantes é uma loucura, a marginal tietê então nem se fala. andei muito tempo de ônibus e trem mas hj o carro foi uma necessidade pois tenho dois filhos pequenos.

  14. Tathy
    Posted 19/02/2010 at 8h52 | Permalink

    Tô pensando em comprar um carro mais ainda tenho mtas duvidas sobre essa decisão. Posts como este ajudam bastante a esclarecer mtas duvidas ! Mto bom msm. Vou pensar melhor no assunto !!!

One Trackback

  1. […] e partir para o lápis e a caneta para cada detalhe gasto. Considerando apenas aspectos financeiros (há outros em jogo), abaixo segue um resumo do que foi o ano de 2011 em um Gol 16v […]

Post a Comment

Your email is never shared. Required fields are marked *

*
*